“A Iluminação LED e os impactos fotobiológicos nos humanos”

Tem sido frequente a difusão de notícias na imprensa com criticas de associações profissionais, ambientalistas, astrónomos, médicos, fotógrafos, cidadãos anónimos, políticos, investigadores, entre outros, sobre os mais variados aspetos “perniciosos” ligados à luz emitida pela tecnologia LED.

 

Desde a introdução da tecnologia LED como fonte de luz na iluminação geral que o tema dos riscos fotobiológicos passou a ser alvo de um debate transversal a todo o mercado mas especialmente fonte de preocupação de todos utilizadores tanto maior quanto maior for a confusão à volta deste tema.

O facto da fonte LED ter um pico azul tornou a tecnologia alvo de aceso debate e sempre muito relacionado com a sua temperatura de cor. Que normas estão associadas a esta problemática?

Embora o tema proposto seja o dos Riscos Fotobiológicos, iremos ainda abordar todos os outros aspetos que não estão ligados a estes riscos mas também aos efeitos não visuais da luz e que resultam noutro conceito muito atual: Human Centric Lighting (HCL)

Em que sentido estas questões influenciarão o projeto luminotécnico? Quais as novas métricas associadas? A tecnologia LED é o problema?

Esta Jornada Técnica teve como objetivo “lançar luz sobre” este assunto, que interessa a todas as especialidades, esclarecendo e promovendo o debate sobre as novas tecnologias de iluminação e respetivo impacto nos humanos.

 

Sintra, 20 de Abril de 2018