Nonagon, Parque de Ciência e Tecnologia – Na vanguarda dos Açores

 

O Nonagon, Parque de Ciência e Tecnologia localizado em São Miguel, é a primeira infraestrutura desta tipologia na Região Autónoma dos Açores, e funciona como uma incubadora de empresas, nacionais e internacionais, com especial enfoque na área das tecnologias de informação, comunicação e monitorização.

 

 

 
 

O desafio

Uma infraestrutura tão versátil e com uma multidisciplinariedade de espaços como esta necessita de uma iluminação que vá de encontro às diversas exigências específicas das diferentes utilizações dos espaços, enquanto maximiza a eficiência energética da vasta área, complementando a arquitectura do edifício e o carácter vanguardista deste espaço que ronda os 24.000 m2.

Preocupação com o bem-estar dos colaboradores

Nas zonas de trabalho como os escritórios, salas de reunião e formação, a principal preocupação foi o bom funcionamento e do bem-estar dos seus utilizadores, tendo por isso sido utilizadas luminárias de encastrar Aura Abelia, sem encandeamento e com iluminação suave, ideal para locais onde o conforto e a qualidade de iluminação são imprescindíveis.

Harmonia e versatilidade

O sistema linear Log In da Moltoluce, com a particularidade da sua integração harmoniosa no tecto e homogénea distribuição de luz em linhas infinitas, conseguida graças à sobreposição das fontes de luz, é um sistema muito versátil. Por ser um sistema de iluminação moderno e que serve também de decoração foi utilizado tanto em zonas de circulação como na recepção e no auditório. No auditório foram também utilizados os balizadores Aqua da Daisalux para a zona de escadaria, servido de iluminação de vigília e como apontamentos decorativos.

Esta continuidade e harmonia da luz é igualmente conseguida pelo cátodo frio, aplicado nas zonas de circulação, caracterizado ainda pelo não aquecimento das fontes de luz, pelo arranque instantâneo e pela possibilidade de RGB e dimming. Na iluminação destas zonas foram também utilizados apliques de parede Aura Mycelis para iluminação direta e indireta, complementados com downlights da Moltoluce nas zonas de espera para um ambiente acolhedor.

A envolvente é o cartão de visita

Para os espaços exteriores a escolha recaiu na reconhecida régua LED Brunei da Lec Lyon, de elevada resistência a condições extremas, no projector de solo LED Lucerne, também da marca francesa, para a iluminação dos percursos pedestres, e nos balizadores Nimo LED da Moltoluce para acessos exteriores.

A iluminação de emergência ficou a cargo das luminárias da Daisalux, uma referência internacional neste tipo de iluminação. Foram utilizados os blocos autónomos Nova com caixa estanque, Argos e Zenit, e também a Hydra, sendo toda a iluminação de emergência e de vigília controlada por uma central de monitorização.

Foco na sustentabilidade e minimização de custos

Para complementar a iluminação, e tendo em vista a maximização da eficiência energética, foram utilizadas lâmpadas Aura Light e sensores de luz, movimento e infravermelhos, tendo a regulação ficado a cargo do inovador e prático sistema modular eDIN, da Mode Lighting.

Carregue nos ícones para ver mais fotografias: